A busca pela imunidade.
      │     23 de abril de 2021   │     9:54  │  0

Um assunto muito recorrente hoje em dia é como devemos nos manter saudáveis diante de tantos desafios que o mundo atravessa. Ao começar essa reflexão, precisamos lembrar que dois fatores influenciam diretamente em toda essa situação: O que podemos controlar e o que foge completamente do nosso controle.
Outro ponto digno de reflexão é que doenças como o COVID-19 e DENGUE são propagadas em uma velocidade incrível, diante da falta de responsabilidade de muitas pessoas da nossa sociedade, que não seguem regras básicas em suas rotinas, como o uso correto da máscara e álcool em gel (para o caso do COVID-19) e evitar água parada sem tratamento (no caso da dengue).
Devemos cuidar bem da nossa imunidade diariamente, e por isso, costumo falar que a nossa saúde depende de uma tríade: sono, alimentação e atividade física.
– Sono: É rejuvenescedor. Diminui a produção de cortisol e adrenalina aliviando o stress; Melhora o humor e pele; Controle o apetite.
– Alimentação: Fortalece o sistema imunológico; Controla as taxas hormonais; Controla o peso corporal.
– Atividade física: Reduz o risco de pressão alta; Reduz e controla o diabetes; Produz hormônios do prazer que promovem bem-estar físico e mental.
Podemos ver que os três elementos caminham juntos, e entendendo essa importância, também fica claro como muitas vezes é desafiador manter esse equilíbrio.
Nos últimos anos ganhamos um aliado importante que veio para sustentar essa tríade.  Os médicos que cuidam da prevenção de doenças e metabolismo e que atuam nas áreas ortomoleculares e nutrologia. Esses médicos se preocupam com o corpo humano de forma geral, e não apenas com as “partes”. O objetivo dessas especialidades é fornecer quantidades necessárias de minerais e vitaminas, a ponto de melhorar os ciclos metabólicos e a busca por retardar o processo de envelhecimento.
Tudo em nossas vidas é rotina. As vezes, leva-se um tempo para colocarmos a tríade pessoal numa rota de sucesso. O importante é sempre insistir, pois isso será determinante para a nossa saúde. Vale salientar que não estou dizendo que se fizer isso você não irá ficar doente, mas sim,  conseguirá estar mais preparado para encarar qualquer doença ou vírus com mais força física e mental.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *